Transmissão ao vivo da 94,5

Firmino é o segundo alagoano a conquistar o título da Champions

Firmino é o segundo alagoano a conquistar o título da Champions

Atacante do Liverpool também levanta seu primeiro troféu na carreira


Roberto Firmino ergue a taça da Liga dos Campeões na comemoração do Liverpool — Foto: REUTERS/Carl RecineRoberto Firmino ergue a taça da Liga dos Campeões na comemoração do Liverpool — Foto: REUTERS/Carl Recine

Roberto Firmino ergue a taça da Liga dos Campeões na comemoração do Liverpool — Foto: REUTERS/Carl Recine

O alagoano Roberto Firmino conquistou neste sábado o primeiro título de sua carreira. Isso mesmo. Acostumado a grandes disputas, clássicos do futebol mundial, ele não tinha taças, tinha histórias. Neste sábado, o sucesso virou troféu.

Aos 27 anos, o camisa 9 do Liverpool foi também o segundo alagoano a conquistar a famosa taça da Champions. O primeiro foi o zagueiro Pepe, que levantou o troféu três vezes, pelo Real Madrid.

O Liverpool bateu o Tottenham neste sábado por 2 a 0, em Madri, e Firmino chegou ao topo da carreira. Ele voltou de lesão, foi substituído no segundo tempo por Origi e jogou por 58 minutos na decisão.

Roberto Firmino jogou por 58 minutos na final da Champions — Foto: Kai Pfaffenbach/ReutersRoberto Firmino jogou por 58 minutos na final da Champions — Foto: Kai Pfaffenbach/Reuters

Roberto Firmino jogou por 58 minutos na final da Champions — Foto: Kai Pfaffenbach/Reuters

E Bobby, como é chamado pelos ingleses, foi peça importante para a conquista do Liverpool. Nesta edição da Champions, disputou 12 jogos e marcou quatro gols. Um no Paris Saint-Germain, um no Crvena Zvezda e dois em duelos diferentes com o Porto.

Firmino também consolida seu nome na galeria do Liverpool. É o sexto título do clube na Champions. O alagoano, no entanto, bateu na trave algumas vezes, como no vice-campeonato inglês desta temporada. Tudo mudou em Madri.

O garoto de Maceió saiu da base do CRB e passou ainda por Figueirense e Hoffenheim. Ele chegou ao Liverpool em 2015, por R$ 142 milhões, e logo virou titular. Sob o comando do técnico alemão Jürgen Klopp, formou o respeitado ataque com Mané e Salah.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

/// FACEBOOK