Transmissão ao vivo da 94,5

CSE perde vaga na Copa do Brasil nos penaltes no ASA

Não foi desta vez que o CSE de Palmeira dos Índios, chegou a Copa do Brasil

Por Redação do ge — Maceió

ASA está na Copa do Brasil 2022. Após a vitória sobre o CSE no tempo normal, por 2 a 1, o Alvinegro conquistou nesta quarta a vaga para o torneio nacional nas penalidades, por 6 a 5.

No primeiro jogo do mata-mata, o Tricolor havia vencido justamente por 2 a 1, em Palmeira. O empate no placar agregado prorrogou a disputa no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca.

Nesta quarta, o atacante Daivison abriu o placar para o ASA aos 27 do primeiro tempo. Dakson deixou tudo igual aos 10 da segunda etapa. Aos 43 minutos, com um homem a menos (Adaílson foi expulso), o ASA desempatou, com Jonas. O resultado levou a decisão para os pênaltis.

Johnnatan, Marcelo, Carlos Magno, Caíque Baiano, Fernandinho e Jonas converteram as cobranças para o ASA. Dinda perdeu. No CSE, perderam Renato e Cleiton.

ASA comemora vaga na Copa do Brasil 2022 — Foto: Reprodução FAFTV

ASA comemora vaga na Copa do Brasil 2022 — Foto: Reprodução FAFTV

ASA e CSE fizeram um jogo digno do clássico do interior. Teve de tudo: golaço, cartão vermelho, técnico expulso, vacilo da defesa e, por fim, vaga assegurada nos pênaltis.

Primeiro tempo

A decisão começou quente em Arapiraca. Com menos de um minuto, o Tricolor surpreendeu e quase abriu o placar com Dakson, que bateu por cima do gol de Dida. A resposta do ASA foi imediata: menos de um minuto depois, Jonas chutou bonito, do bico da grande área, e Alexandre espalmou para escanteio.

Aos 15, Dakson deixou Cleiton na cara do gol de Dida, mas o meio-campista do CSE chutou fraco e o goleiro defendeu com tranquilidade. O ASA abriu o placar aos 27 minutos. Adaílson recebeu na área e a defesa do CSE cochilou. O atacante alvinegro cruzou na medida e Daivison, de cabeça, colocou no fundo da rede.

O CSE respondeu aos 33 e quase empatou o placar. Ítalo vacilou na saída de jogo, Alan ficou a bola e rolou para Luizinho chutar forte: Dida defendeu, a bola bateu no poste e saiu pela linha de fundo.

No finalzinho da primeira etapa, Adaílson avançou em contra-ataque e passou para Johnnattan. O meio-campista do ASA entrou na área, se livrou de Eduardo Bahia e chutou cruzado: a bola tirou tinta do poste direito de Alexandre.

Segundo tempo

O empate do CSE veio numa cobrança de falta, aos 10 minutos. E foi um golaço! Homem da bola parada, Dakson encobriu a barreira alvinegra, junto à linha de fundo, e mandou no ângulo direito de Dida.

O CSE voltou a levar perigo aos 15, novamente na bola parada. Dakson bateu o escanteio, Jan Pieter subiu no meio da área do ASA e cabeceou à direita do gol.

Aos 20 minutos, a vida do Alvinegro ficou ainda mais complicada. O atacante Adaílson fez falta dura, recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

Mesmo com um jogador a menos, o ASA conseguiu o segundo gol, aos 38. Após cruzamento de Johnnattan, a zaga do CSE sofreu um apagão. Jonas apareceu livre na segunda trave, deu um peixinho e balançou a rede.

Ficha técnica

ASA 2 ( 6 x 5 ) 1 CSE

Competição: Seletiva da Copa do Brasil – 2º jogo
Quando: 
Quarta-feira, 26/05/2021
Onde: Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca

Gols: Daivison e Jonas (ASA); Dakson (CSE).
Cartões vermelhos: técnico Jaelson Marcelino (CSE); Adaílson (ASA).
Cartões amarelos: Dakson e Cleiton (CSE); Jonas, Adaílson e Zé Wilson (ASA).

ASA – Dida; Jonas, Caíque Baiano, Marcelo e Ítalo (Dinda); Johnnattan, Zé Wilson e Carlos Magno; Adaílson, Vinícius (Edson Kappa) e Daivison (Fernando). Técnico: Ademir Fonseca.

CSE – Alexandre; Renato, Eduardo Bahia, Jan Pieter e Jackson; Jair Amaral (Aílton), Cristiano, Dakson (Everlan) e Cleiton; Luizinho (Stuart) e Alan. Técnico: Jaelson Marcelino.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

/// FACEBOOK