Transmissão ao vivo da 94,5

CSE perde em casa e fica em 7º no campeonato

CSE   1 x  2 ASA

Em Palmeira dos Índios, ASA derrota o CSE e avança para a semifinal do Alagoano

Com um a menos desde o 1° tempo, Alvinegro vence a 2ª seguida e vai enfrentar o CRB na próxima fase

  • Alvinegro valente

    Num jogo dramático, o ASA derrotou o CSE por 2 a 1 na noite desta sexta-feira e garantiu a classificação para a semifinal do Campeonato Alagoano. Os gols do Alvinegro foram marcados por Maranhão e Leandro Cearense. Everlan fez para o Tricolor.

    O ASA perdeu o meia Jayme, expluso, ainda no primeiro tempo e teve que segurar a pressão do Tricolor na etapa final. Foi a segunda vitória seguida do time alvinegro após o retorno do estadual. A passagem para segunda fase também foi possível com o empate do CEO, em casa, contra o Murici.

    CSE x ASA, no Juca Sampaio

    CSE x ASA, no Juca Sampaio (Foto: Assessoria/ASA)

  • Classificação

    O ASA terminou a primeira fase na quarta posição, com 10 pontos. O CSE ficou em sétimo lugar, com sete.

  • Semifinal

    Na semifinal, o ASA vai enfrentar o CRB. O jogo será na segunda-feira, às 21h, no Estádio Rei Pelé.

  • Primeiro tempo

    O ASA entrou em campo em busca da classificação para a fase final do Alagoano. Aos cinco minutos, o Alvinegro teve a primeira chance com cobrança de escanteio de Jakinha, mas o goleiro Diogo defendeu. Aos 14′, Jakinha cruzou pela esquerda e, após falha da zaga do CSE, Maranhão bateu rasteiro, vencendo o goleiro Diogo e abrindo o placar para o Fantasma.

    Na frente no placar, a equipe alvinegra recuou e perdeu um jogador: o meia Jayme fez falta dura, recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Aos 41′, o Tricolor criou sua primeira chance de gol com um voleio de Damião, mas o goleiro Deola, atento, fez uma bela defesa. Na sequência, o meia William se livrou da marcação e chutou rasteiro, assustando o goleiro Deola.

  • Segundo tempo

    Na etapa final, o CSE dominou as ações. Aos 9 minutos, Damião recebeu a bola na entrada da área e bateu, mas a finalização não foi boa. Aos 31 minutos, o Tricolor teve um pênalti, o que gerou muita reclamação por parte dos jogadores alvinegros, que alegaram que a falta tinha sido fora da área.

    Everlan bateu e empatou o jogo. Aos 36 minutos, o árbitro Helder Brasileiro de Aquino assinalou mais um pênalti, dessa vez em favor da equipe arapiraquense. Leandro Cearense cobrou e desempatou a partida.

    com Globoesporte/AL

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

/// FACEBOOK